CHANTE FRANCE

Ocorreu um erro neste gadget
OBRIGADO PELA VISITA

O TEMPO CONTEM A TERNIDADE

CADA DIA NOVA VIDA

Calendario

O Tempo nos conduz a Deus

sábado, 31 de julho de 2010

SANTO INÁCIO DE LOIOLA.


31 DE JULHO
Mt.14,1-12
São João Batista foi o Precursor da atividade de Jesus e tornou-se também o Precursor da Sua Paixão e Morte. Jesus pôde ler na tragédia acontecida com São João Batista as sombras que o aguardavam em Jerusalém.
 É um mistério para nós que o Deus que alimenta os passarinhos do Céu e que não permite que um só fio de cabelo de nossa cabeça caia sem Seu consentimento, tenha permitido que a Cabeça de São João Batista rolasse diante da espada do algoz que o decapitou na prisão.

Deus permitiu misteriosamente para nós que aquele que veio para dar testemunho da Luz terminasse Sua existência num calabouço escuro, por causa do capricho de uma mulher que o detestava e que pediu sua cabeça numa bandeja.

Todos aqueles que se puserem a anunciar o Reino dos Céus como São João Batista, e mais ainda, como Jesus, devem estar conscientes de que esta Pregação não é simples, não é fácil e é muito exigente.

Primeiramente, devem anunciar o Reino em absoluta pobreza e desinteresse.

Em segundo lugar, devem propor e jamais impor.

Em terceiro lugar, o sucesso de sua Pregação não lhes é, de forma alguma, garantido antecipadamente; haverá pessoas que receberão com alegria a Palavra, haverá outras que a rejeitarão.

Finalmente, devem estar conscientes de que esta Pregação pode custar-lhes muito caro, como custou a São João Batista a sua cabeça. Quem deseja total segurança para si não se ponha a anunciar o Reino de Deus.

Choca-se tremendamente o Reino de Deus anunciado com conforto, tranqüilidade, ausência de perigo, sucesso garantido e aplausos, e Jesus rejeita os falsos pregadores que os preferem. Ao contrário, espera aqueles que estiverem dispostos a tudo dar, a tudo pagar, como Ele, como João Batista, como muitos outros no passado e no presente.(*)

c / f  Padre Fernando C. Cardoso

Nenhum comentário:

Postar um comentário