CHANTE FRANCE

Ocorreu um erro neste gadget
OBRIGADO PELA VISITA

O TEMPO CONTEM A TERNIDADE

CADA DIA NOVA VIDA

Calendario

O Tempo nos conduz a Deus

quarta-feira, 21 de julho de 2010

O VERDADEIR PROFETA É CONQUISTADO POR DEUS


QUARTA FEIRA
Jm.1,1.4-10

“Antes de formar-te no seio materno Eu te conheci, antes que fosses dado à luz Eu te consagrei e te estabeleci Profeta das nações” - assim diz Deus a Jeremias.

Jeremias, à luz desta Palavra, descobriu-se como um Profeta já conquistado por Deus antes mesmo que existisse, e percebeu ser alguém predestinado por Ele. Sua Vida foi trágica: é o único personagem que não se casou em todo Antigo Testamento; mas seu celibato nada tem de positivo, como o celibato no Novo Testamento, por amor a Jesus Cristo. Era, sim, sinal de maldição, de esterilidade. Assim como Jeremias, solitário, abandonado, Jerusalém também sofrerá a mesma sorte.

“Eu te constitui diante das Nações para arrancar e demolir, destruir e abater, edificar e reconstruir.” É de se notar que os verbos negativos são mais números que os verbos indicadores de ações positivas. Jeremias foi um profeta de catástrofe na Jerusalém do final do século VII e inicio do século VI, pois profetizou ininterruptamente sua destruição.

Não foi absolutamente aceito em vida e durante muitos anos viveu de maneira errante e escondida. Esteve a ponto de ser assassinado por diversas vezes e foi salvo à última hora por algum dos pouquíssimos amigos que ainda possuía.

Contudo, sua palavra se comprovou e, logo após sua morte, o livro de Jeremias, ou melhor, o conjunto de suas palavras, de sua mensagem, conheceu uma aceitação enorme pelo povo de Israel.

É assim que acontece com os verdadeiros profetas e homens de Deus: em Vida não são levados a sério, durante seu Ministério são rejeitados, afastados do convívio da sociedade e alguns deles conhecem sofrimentos físicos e até a morte pelo martírio. No entanto, como se serviu outrora de Jeremias, Deus, ainda hoje e durante todo a História da Igreja, serve-se de pessoas que alertam, que muitas vezes dizem que as coisas não vão bem, nem dentro e nem fora da Igreja.

Estas pessoas merecem ser escutadas porque são instrumentos de Deus para nossa correção.(*)

c / f Padre Fernando C. Cardoso

Nenhum comentário:

Postar um comentário