CHANTE FRANCE

Ocorreu um erro neste gadget
OBRIGADO PELA VISITA

O TEMPO CONTEM A TERNIDADE

CADA DIA NOVA VIDA

Calendario

O Tempo nos conduz a Deus

terça-feira, 30 de março de 2010

DEUS NOS PREPARA UM DIA ETERNO TOTALMENTE FELIZ


Terça Feira
Sena Santa
Is.49,1-6
Jo.13,21-33.36-38

Na primeira leitura temos o Servo misterioso de Deus, que antecipa profeticamente Jesus. Lamenta-se ele, num primeiro momento, pelo fato de ter trabalhado inutilmente, e de inutilmente ter despendido tanta energia sem um resultado proporcional. No entanto, é apenas num primeiro momento, porque, na seqüência do texto, este Servo reafirma a sua confiança em Deus e a sua confiança no futuro também.

No Evangelho assistimos ao mesmo movimento: Jesus se perturba interiormente e deixa transparecer algo da angústia que invade o Seu coração ao convidar Judas a realizar com rapidez o que ele tinha a peito: executar, sem demora, a decisão que havia tomado. No entanto, após a saída de Judas da Sala da última Ceia - e depois de ter ele, literalmente, mergulhado na escuridão da noite - Jesus diz aos Seus discípulos: “Agora será glorificado o Filho do Homem, e Deus será glorificado Nele. E Deus O glorificará muito em breve também.” É este o itinerário de Jesus e é este também o itinerário da Vida cristã.

Existem momentos na existência em que, chocados, sombrios, quase derrotados, não conseguimos sequer contemplar a Aurora do Dia seguinte; no entanto, estes momentos - para quem tem fé - são momentos extremamente fecundos, porque exatamente nestes dias sombrios, nestas horas angustiantes, Deus - a modo Seu e misteriosamente para nós – prepara-nos uma aurora radiante e totalmente desproporcional ao que nós sofremos.

Isto se passou com Jesus em Sua Paixão, transformada em Ressurreição - este parece ser o itinerário que Deus traça para qualquer Cristão. Depois das noites escuras vividas na Perseverança, na Paciência e, sobretudo, na consolidação das virtudes, Deus nos faz experimentar a luminosidade e o clarão da beleza da nossa Fé.   (*)

c / f Padre Fernando C. Cardoso

Nenhum comentário:

Postar um comentário