CHANTE FRANCE

Ocorreu um erro neste gadget
OBRIGADO PELA VISITA

O TEMPO CONTEM A TERNIDADE

CADA DIA NOVA VIDA

Calendario

O Tempo nos conduz a Deus

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

NÃO VALE A PENA FUGIR DE DEUS



Quarta Feira
1ª Semana Tempo Comum
Lc.11,29-32

Jesus muitas vezes era manso, humilde, bondoso, misericordioso, mas sabia ser, quando necessário, duro ou claro nas suas Palavras.

Esta geração é uma geração má é incrédula; ela vive a cata de sinais que a dispensem de crer ou levar a sério as relações com Deus. Mas nenhum sinal lhe será dado a não ser o sinal de Jonas. E nós nos pomos a refletir: qual foi o sinal de Jonas que converteu os ninivitas?

Para quem lê o texto, poderia tirar a conclusão de que a Tempestade acalmada quando, Jonas foi lançado ao mar pelos marinheiros do navio que havia tomado, para fugir de um encargo ou Missão que lhe tinha sido dado por Deus.

Porém os Ninivitas não presenciaram este sinal. Os Ninivitas não presenciaram Jonas ser engolido por um peixe e vomitado depois três dias na praia. Naturalmente este texto não é histórico, ele tem um sabor apenas dramático e literário: não vale a pena fugir de Deus, não vale a pena fugir das obrigações que Deus nos impõe ou para as quais nos chama.
Padre Fernando C. Cardoso

Qual foi o sinal de Jonas que converteu os ninivitas? Nada mais do que sua Pregação. Chegado a Ninive, Jonas percorria a grande Cidade e exclamava: “Dentro de quarenta dias Ninive será destruída.”

Nós estamos vivendo o período quaresmal de quarenta dias também. Mas não gostaríamos de ser destruídos pessoalmente, não gostaríamos de ser destruídos comunitariamente, não gostaríamos que nossa Comunidade recebesse uma reprovação no final desta Quaresma por parte de Deus e de seu Cristo.

Não nos é concedido nenhum outro sinal a não ser o sinal de Jonas. Da mesma maneira como Jonas Pregou a Conversão aos ninivitas, a conversão quaresmal é pregada neste tempo por todos os Ministros de Deus que prezam este nome e desejam o bem Espiritual de seus próprios Fieis.

Estes fiéis levem a sério estas pregações. Não lhe serão concedidos sinais sobrenaturais, paranaturais, ou sinais extraordinários. É através da pregação dos seus ministros, daqueles que se dispõem a ser um prolongamento de Cristo, que quer se aproximar e bater as portas de cada Coração ao longo desta Quaresma.

O sinal de Jonas está aqui, o sinal de Jonas se renova e se torna presente sempre que neste período um Sacerdote, um ministro de Deus, conclamar a Comunidade a se purificar e assim se aproximar mais de Deus.

Não esperemos outros sinais que certamente não virão. Estes são suficientes. (*)

c / f Padre Fernando C. Cardoso

Nenhum comentário:

Postar um comentário