CHANTE FRANCE

Ocorreu um erro neste gadget
OBRIGADO PELA VISITA

O TEMPO CONTEM A TERNIDADE

CADA DIA NOVA VIDA

Calendario

O Tempo nos conduz a Deus

domingo, 27 de junho de 2010

SEGUIR JESUS ATÉ A MORTE, SE PRECISO FOR.


13º DOMINGO DO TEMPO COMUM
Lc.9,51-62

Neste décimo terceiro Domingo do Tempo Comum Jesus, no Evangelho de São Lucas, ao saber que se aproximavam os dias em que seria elevado aos Céus, toma a firme decisão. São Lucas usa um verbo grego bastante forte: “Tornou o Seu rosto duro em direção a Jerusalém” - não se fala nem se escreve desta maneira em português, mas: tomou a decisão resoluta de marchar ao encontro da cidade de Sua Paixão, morte e ressurreição. “Não convém, diz Ele, que um Profeta morra fora de Jerusalém”.

Envia Seus discípulos à Sua frente, para que O anunciem de povoado em povoado. São Tiago e São João chegam a Samaría, mas os samaritanos não os querem receber cordialmente, porque Jesus se dirigia a Jerusalém, e samaritanos e judeus não se entendiam nem política nem religiosamente. Os dois perguntam a Jesus - bem no estilo de Elias no Antigo Testamento - se queria o Mestre que baixasse fogo dos céus a consumi-los. “Não, responde Jesus, não sabeis de que raça sois, não vim para destruir quem quer que seja”.

Encaminha-Se resolutamente à Sua Paixão, Morte e Ressurreição, para atrair, a partir da Cruz, e atrair com Amor. São Lucas nos mostra no texto deste Domingo que mal tomou Jesus esta decisão de subir resolutamente a Jerusalém, alguns candidatos se aproximaram e desejaram segui-Lo.

A um primeiro que se apresenta e se oferece, Jesus parece desencorajá-lo: “As raposas têm tocas, as aves do céu têm ninhos, mas o Filho do Homem não tem onde reclinar a cabeça”. Jesus está tão dedicado ao plano de Deus que não tem outro escopo, outra meta a não ser realizar a Sua Vontade, onde quer que seja.

Outro candidato pede uma dilação no tempo: “Gostaria de enterrar meu Pai”. Jesus responde-lhe de maneira surpreendente: “Deixa que os mortos enterrem seus mortos”. Isto é, deixe que os mortos espirituais enterrem seus mortos corporais. “Tu, vem e anuncia o Reino de Deus”. A um terceiro que queria despedir-se de seus familiares, Jesus arremata: “Todo aquele que põe a mão no arado e se volta para trás não é digno da Minha companhia e não pode ser Meu discípulo”.

O que temos nós hoje a ver com estas Palavras de Jesus, diante da Paixão, Morte e Ressurreição que se insinuam no horizonte de Sua Vida? Jesus Se encaminha com aqueles que estão dispostos a tomar parte em Seu Mistério Pascal.

Ainda hoje podem ser Discípulos de Jesus apenas aqueles que tiverem prontidão absoluta e que estiverem dispostos a tudo deixar para segui-Lo até a Morte, se necessário for. A recompensa, a Vida Eterna não é prometida aos medíocres.

A Vida Eterna não é prêmio de mediocridade, ou para pessoas que preferem viver tranquilamente suas existências, dando a Deus o mínimo possível, desde que isto não as prejudique neste mundo.

Estes são afastados sistematicamente do convívio de Jesus, estes são mornos e Jesus não os aceita.(*)
c / f Padre Fernando C. Cardoso

Nenhum comentário:

Postar um comentário